No caminho para Fazenda Rio Clarinho

    No começo toda a aventura é uma festa, tudo é novidade e as surpresas aparecem a cada curva ou sobre cada mourão de cerca. Meu estomago não reclamou do comercial pantaneiro, mas estava sentindo mais sede que o normal, antes do início da transpantaneira já havia consumido quase dois litros de água e sentia-me literalmente vazando por todos os poros da minha pele, situação desconfortável.

    Dentro do Gol preto do Hélio, meu relógio marcava 37 graus e o asfalto parecia derreter até que ele simplesmente sumiu, eis que a aventura começa a ficar emocionante. A transpantaneira, MT 060, é uma estrada que liga Poconé ao Porto Jofre. Esta estrada é tão antiga quanto os “causos da sucuri do Pantanal”. Sua construção foi iniciada em 1972, na cidade de Poconé, e seguiram por mais 4 anos de aventura até as margens do rio Cuiabá, hoje Porto Jofre.

    Uma curiosidade interessante são as pontes de madeira ao longo do trajeto, são 125 pontes ao longo dos 145 kilômetros. Esta grande quantidade de pontes foi também responsável por reconhecer a Transpantaneira como a estrada com maior número de pontes de madeira do mundo. Consegui catalogar todos os pontos através do GPS.

De Poconé até a Fazenda Rio Clarinho são em média 35KM, estes foram feitos em 4 horas, assim vocês já podem ter uma noção da conservação da estrada. Após entrar definitivamente no Pantanal, o sentimento é como se o mundo fosse outro, como um portal onde tudo vive na mais perfeita harmonia e preservação, pelo menos a lei tenta manter a ordem por aqui.

          Enquanto eu ia fazendo algumas fotos, ia lembrando se não havia esquecido de nada, sentia que algo não estava bom e isso eu iria descobrir mais tarde, após o horário do jantar. Meu estômago não teve escolha, teve que se acostumar com a comida local ou teria que comer grama. Comida industrializada ou enlatada é uma raridade por aqui e só me resta confiar na cozinheira da fazenda.

Abaixo de cada ponte de madeira uma surpresa, pequenos lagos infestados de jacarés. O seu único predador são as onças, estas por sua vez estão limitadas à pequenos números, logo a sua população aumentou tanto que hoje estima-se que existam em média 6 milhões de jacarés na região pantaneira Segundo os pantaneiros, os Jacarés são animais inofensivos, mas preferi não ficar muito perto para comprovar.

Chegamos à Fazenda por volta das 17h30min, paramos para conversar um pouco com o proprietário, Sr. Afrânio, que nos recebeu muito bem, permitiu que eu armasse o acampamento próximo a casa grande e fizesse minhas refeições por ali mesmo. O Hélio, já é de casa, ficou no quarto dos Guias do Pantanal.

O repelente funcionou bem, o calor era demasiado, mas não consegui terminar de inflar o colchão e montar a barraca antes do sol ir embora. Só neste momento que me dei conta que estava com o relógio uma hora adiantado, aqui no MT existe a diferença de uma hora a menos referente ao horário de Brasilia.

Nesta noite não jantei, ainda estava conversando com o “prato comercial” que estava parado em meu estômago. Tomei um banho e … Sabia que estava faltando alguma coisa: Pasta e escova dental. Deixei no Hotel em Cuiabá. E agora? Terminei escovando os dentes no melhor estilo creme dental no dedinho. Que situação, mal começou o passeio e já estou perdendo minhas coisas. E o que mais me apavorou não era a falta da escova e sim o quanto poderiam me cobrar por um artefato de luxo nos confins do Mato Grosso onde a Coca Cola custa quase 5 reais.

Melhor ir dormir, amanhã será outro dia e, enquanto caminhava para a barraca fui pensando: O Fantástico nunca teria encontrado o Belchior se ele estivesse acampado no Pantanal.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

4 Respostas to “No caminho para Fazenda Rio Clarinho”

  1. Nelsinho Says:

    Estou na torcida aki !
    Imagino que essa viagem vá render muitas fotos e muitos fatos também !!!

  2. marcao Says:

    Apesar dos pequeninos tropeços, espero que esteja aproveitando bem, abraços marcao

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: